Projetos de acopladores :

Créditos :

Wagner -  PU2NOL - www.antenadx.com.br

Eduardo - www.radiodx.qsl.br  /  www.pu2yyp.blogspot.com.br
 

Casador de impedância :
Quando a impedância da antena não casa com a impedância do cabo, evidentemente a antena não responderá corretamente ao sistema oferecendo muitas perdas a cada metro do cabo e uma estacionária (R.O.E) muito acima do aceitável colocando o transceptor em risco de algum problema futuro. A solução correta para esses casos é a manutenção da antena e calcular o tamanho do cabo para que este tenha a menor perda possível a cada metro. Só que existe alguns casos que impede qualquer tipo de manutenção como o tempo muito ruim, altura arriscada, possuir um rádio de muitas frequâncias sendo inviável o uso de uma única antena ou usar amplificadores lineares (botinas) sem ajuste na entrada. Nesses casos, uma alternativa é usar um pequeno aparelho de montagem simples e que não necessita de energia de uma fonte de voltagens para funcionar corrigindo os problemas de casamento errado entre o cabo e a antena conhecido como casador de impedâncias que é capaz de ajustar no caminho do cabo as diferenças de impedâncias com a antena protegendo o rádio de uma possível queima de transmissão. Com ele é possível ter um rádio de muitas frequências e praticamente um sistema irradiante ajustada para todos os canais do rádio sem se preocupar com R.O.E alto, ajustar a impedância de entrada dos lineares, usar antenas provisórias e muitos outros usos. Mas ele não é a solução perfeita de uma estação de radioamador pois se uma antena apresenta R.O.E alta, ela  não esta cortada na frequência certa ou tem algum erro sério, isso significa que a antena está apresentando muitas perdas de ganho efetivo e mesmo usando um casador de impedâncias e ajustando a R.O.E, essas perdas não serão corrigidas mesmo com os medidores indicando baixa estacionária, na realidade a antena continua errada e o problema deve ser corrigida nela.

Simples casador de impedâncias

O simples circuito acima é de um casador de impedâncias que pode ser usado nas frequências da faixa HF entre 3 mhz a 30 mhz e seu uso é bem simples precisando apenas do auxílio de um medidor de R.O.E para fazer o ajuste ou que o rádio seja um tipo que já tenham o medidor embutido. Os 2 capacitores variáveis do esquema, são de 510 pf podendo ser os mesmos usados nos rádios antigos chamados de "rabo quente" e podem ser encontrados em lojas de eletrônica. Ficam em paralelo com um indutor de ar entre eles de construção caseira que deve ter entre 5 a 8 voltas de fio de cobre grosso enrolado em uma fôrma de 2 cm de diâmetro com espaçamento de 5mm em cada volta. (apos a construção da bobina, retire o molde para que ela fique enrolada sem núcleo). Não existe entrada e saída definido sendo possível trocar os conectores mas o "rabicho" usado para a ligação não deve ser maior que 40 cm. Todo o conjunto deve ser montado em uma caixa de alumínio com os conectores na traseira e os eixos dos variáveis na frente ou em cima. Se o rádio não possuir um medidor de ROE interno, deve-se usar um medidor externo entre o casador e o rádio como referência na hora de ajustar.